Camila Rocha

Camila Rocha
16 de abril de 2019 Rafael Kamada
In Opinião

Camila Rocha não é para gostos fáceis e decorativos

É um trabalho que ultrapassa a natureza

Em suas formas, cores e gene

É a criatividade ampliando o real e o natural

Camila Rocha atualiza a antropofagia bidimensional de Tarsila

Sobretudo no sentido espacial (tridimensional) da obra

Também é importante reforçar o caráter de pesquisa, inventividade e catalogação das sementes

Que culminam na explosão de cores, formas e movimento das híbridas e colunacea(s)

Marcos Amaro 16/04/2019