Ironias

Ironias
18 de agosto de 2018 Rafael Kamada
In Poemas

A ironia que me habita
Não é cruel ou debochada
Nas faz escárnio
Não é indiferente aos afetos
É cética, muito cética

A ironia que me habita
Faz conjunturas políticas
Dissimulações eróticas
Brincadeiras casuais
É sem vergonha

A ironia que me habita
Tem humor
É fatalista
Conhece consequências
Joga com interesses
Se compromete

A ironia que me habita
Descobre sabores
Não se rende
Se arrepende
Vive lutos

A ironia que me habita
Frequenta solidões
Inspira
É preguiçosa

A ironia que me habita
Habita um tempo
Tempo da própria ironia
Que ironia

Marcos Amaro 17/08/18
Nascimento do Massimiliano
São Paulo
Albert Einstein