S/T
7 de agosto de 2018 Rafael Kamada
In Fragmentos

Reli antigos textos. Encontrei um menino ingênuo, idealista. Diferente do homem que me tornei. Acho que hoje aceito melhor as coisas. Sofro quase nada por idealismo, indiferença, crítica, elogio. Estou mais preguiçoso, severo com meu trabalho, em paz com a solidão.