Sem Título

Sem Título
8 de junho de 2018 Rafael Kamada
In Fragmentos

As minhas obras são precárias porque significo a temporariedade das coisas

Criei muitas figuras no sentido de me confirmar

Hoje crio para me deixar

O passado já não me é tão caro

Guardo com ironia objetos que me sucedem