Uma carta para Leonilson

Uma carta para Leonilson
20 de fevereiro de 2019 Rafael Kamada
In Fragmentos

Uma carta para Leonilson

Não preciso lhe conhecer para lhe conhecer

Sua obra me mostra claramente quem foi e por quem viveu

Confesso que foi por pouco que não escolhemos o mesmo destino

Das solidões, dissimulações e incertezas

Foi por um risco que mudei a minha vida

Até os meus trinta anos vivemos da mesma forma

Das vulnerabilidades, desajustes e traições

Infelizmente você não teve tempo de se repetir demais

Foi um cometa

Já eu assisto meu longevo velório

Na ilusão permanente das certezas

Afetuosamente, Marcos Amaro
20/02/2019